Quando a vida liga o shuffle

Há dias em que sei que preciso de música, preciso de algo mais que os sons da rotina pra rechear os ouvidos, mas não sei exatamente o que quero escutar. Nessas horas, recorro à boa e velha opção "shuffle", presente tanto no mais antigo discman/microsystem quanto no iPod de última geração, e é incrível como, às vezes, esse comando parece encontrar a música certa para cada momento. Chega a dar um nó na cabeça: como não me lembrei dessa música antes? É a beleza do aleatório.

A vida também parece ter uma tecla shuffle. Nem sempre temos um plano claro para ela e, do nada, percebemos que nossa vocação estava ali conosco o tempo inteiro, faltava só aquele evento totalmente ao acaso para nos fazer perceber.

Pelo menos, pra mim, foi assim. O Jornalismo começou a fazer parte da minha vida quase que por osmose: um dia, acordei e vi que não seria feliz em nenhum outro curso. Lá, encontrei a vocação tanto para a prática quanto para a teoria e me apaixonei pela pesquisa acadêmica. Hoje me dou conta de que ouço meu objeto de pesquisa, a Rádio Universitária, desde pequena. E, agora, percebo que há grande probabilidade de me dedicar à crítica musical, além da docência, quando me formar.


Hoje, tudo parece muito claro. Sempre tive uma curiosidade natural para descobrir novos artistas: ouvindo os vários CDs dos meus pais, sintonizando boas emissoras de rádio, baixando mp3 esparsos de bandas mencionadas por amigos, passeando pelo MySpace, e, por fim, mergulhando em discografias inteiras de grupos que me chamam a atenção. Na Comunicação, muitas das grandes entrevistas de que participei foram com músicos: David Duarte, Ney Matogrosso, Daniel Peixoto (as entrevistas com Ney e Daniel serão publicadas em breve na revista Entrevista, do curso de Comunicação Social da UFC), Tuomas Holopainen. Tenho procurado unir a paixão ao ofício e me familizarizar com a mídia especializada, lendo revistas voltadas a esse segmento e contribuindo com sites do gênero, como o Whiplash.

Já faz algum tempo descobri que blogs podem ser espaços bem proveitosos para escrever sobre o que me povoa a mente. Tenho um blog no qual escrevo sobre qualquer tema que me vem à cabeça, mas, por algum motivo, achei melhor que a música ganhasse um espaço só dela. Essa é a história por trás do Música Expressa. Não prometo constância nas atualizações, mas vou tentar sempre imprimir qualidade ao que venha a ser postado. Esse vai ser o lugar onde guardarei tudo que produzir sobre o assunto: notícias, resenhas, reportagens, entrevistas... Vamos ver no que vai dar.

0 comentários:

O que é, o que é?

Música Expressa é uma coleção de divagações sobre um dos meus assuntos favoritos: a música. Aqui, é possível encontrar entrevistas, resenhas, reportagens, crônicas e tudo mais que me der na telha.

Quem sou eu

Minha foto
Fortaleza, Ceará, Brazil
Faço Comunicação Social - Jornalismo na Universidade Federal do Ceará. Pesquiso rádio, gosto de escrever sobre música e ando descobrindo algumas novas paixões latentes: o jornalismo científico e a Teologia. Por enquanto, tento manter ao menos um blog ativo, pra não esquecer o potencial que a Internet tem.

Música Expressa © 2008. Blog design by Randomness

BlogBlogs.Com.Br